Alternativas além do INSS para aposentadoria

set 28, 2022 Notícias

Há um investimento extremamente relevante que você deverá fazer quando estiver pensando em aplicações para sua aposentadoria: tempo. Isso mesmo, é preciso investir tempo em pesquisas para garimpar boas aplicações a custos decentes. Toda aplicação tem um custo. É muito importante que você conheça o custo da sua aplicação e, principalmente, se há alternativas mais em conta no mercado. Muita gente hoje depende da tabela INSS 2023 para sobreviver, e tem nela o seu único rendimento mensal, mas isso é coisa de quem não se planejou para a aposentadoria, e depende somente da Previdência Social para sobreviver.

Se você compra ações diretamente, por exemplo, pagará taxa de corretagem a cada operação de compra ou venda. Então, vale a pena pesquisar quanto as corretoras estão cobrando e ver se encontra uma com bom serviço e barata. Exatamente como você faz sempre que vai às compras.

Nos fundos de investimento é necessário prestar muita atenção às taxas de administração (que todo fundo cobra). E no caso dos planos de previdência a atenção deve ser redobrada! Porque costumam ser muito caros e além da taxa de administração cobram também a taxa de carregamento. Veja mais sobre este tema aqui.

Veja no exemplo:100.000 reais X 4% de taxa de administração = 4000 reais100.000 reais X 1% de taxa de administração = 1000 reais

Economia anual = 3000 reais

Como as aplicações para aposentadoria são de longo prazo, multiplique esta economia anual por 30 anos = 90 mil reais. Mas não pare por aí, aplique a esta quantia uma taxa de juro média anual de 6% nesse período e veja que você poderá embolsar R$ 238.149,87 que iriam para o administrador fundo.

Calculando a tabela do INSS

Esta é uma situação muito comum, pois, em média, os repasses da previdência para atualização da consulta INSS 2023 chegam mesmo a ultrapassar os 4% de taxa de administração quando comprados nas agências bancárias sem nenhuma pesquisa. E ainda cobram taxa de carregamento. A boa notícia é que é perfeitamente possível encontrar bons gestores com taxas de administração de 1% ao ano. E se você não encontrar aplique em outras alternativas mais baratas, como o tesouro direto, muito conservador, rentável e que custa pouco.

Agora, faça as contas você mesmo: se você se planejou para se aposentar, e investiu parte da sua renda em previdência privada, hoje não precisa mais se preocupar com a atualização da tabela do Instituto Nacional de Previdência Social.

Por Polo